• Sem categoria 03.06.2019 No Comments

    A afirmação tem cara de fake news, mas a afirmação é verdadeira. Muito usada para tratar dores de garganta, a Nimesulida é tóxica para o fígado e sua venda está proibida em diversos países.

    A nimesulida é um medicamento com ação anti-inflamatória, analgésica (para tratar a dor) e antipirética (que combate a febre). É indicado para tratamentos de dores agudas, osteoartrite dolorosa e cólicas menstruais muito intensas.

    A venda da nimesulida foi proibida em diversos países e, em outros, como Estados Unidos e Austrália, seu registro sequer chegou a ser autorizado. Em 2002, Finlândia e Espanha suspenderam a venda desse medicamento devido à sua elevada toxicidade ao fígado, que pode ser grave e fatal, tendo levado alguns pacientes a necessitar de transplante.

    Em 2004, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, sigla em inglês) realizou uma avaliação da segurança da nimesulida, na qual conclui que os benefícios do medicamento à saúde superam seus riscos. Apesar dessa conclusão, a EMA recomenda que o uso da nimesulida deve restringir-se ao tratamento de dores agudas e cólicas menstruais intensas (dismenorreia primária) e não o recomenda para casos de osteoartrite. A EMA ainda contraindica o uso para crianças menores de 12 anos, pacientes com disfunções hepáticas e/ou doenças crônicas. Seu uso também não deve ser prolongado, nunca ultrapassando 15 dias.

    No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza a venda da nimesulida, porém alerta que o medicamento é contraindicado para uso em pacientes que tenham histórico de reações hepáticas ao produto ou em pacientes com insuficiência renal e/ou hepática, além de não indicá-lo a menores de 12 anos.

    O anti-inflamatório nimesulida é sem dúvida um dos medicamentos mais consumidos do país. Um relatório de 2017 da Anvisa mostrou que o medicamento está no segundo grupo dos mais vendidos no Brasil. São vendidas, em média, de 70-100 milhões de unidades por ano. Mas, pode estar sendo tóxico ao fígado dos usuários.

    O medicamento está indicado para o alívio da dor aguda. De acordo com a Bula do medicamento, a nimesulida é uma substância que inibe a produção de enzimas liberadas durante o processo de inflamação. Ao mesmo tempo, faz parte da classe das sulfofanilidas, que possuem efeito antipirético e analgésico.

    Inegavelmente, o anti-inflamatório é muito usado para dor de ouvido, garganta ou de dente. Ao mesmo tempo, muitas mulheres a usam para dores da menstruação. Sua forma de gel é usada, principalmente, para alivio da dor de tendões, ligamentos, músculos. Ainda que, seja também utilizada para dores nas articulações devido a traumatismos. Agora acredita-se que seja tóxico ao fígado.

    Aqui no Brasil, como já dito, a Nimesulida é amplamente utilizado e receitado pela maioria dos médicos em diversos tipos de tratamento. Ainda assim, órgãos mundiais de saúde estão preocupados que a utilização deste medicamento. Eles acreditam que a Nimesulida possa estar desencadeando reações tóxicas no organismo do usuário.

    NIMESULIDA É TÓXICO AO FÍGADO

    Uma revisão de literatura publicada na Revista Brasileira de Farmácia, alertou que têm sido relatados, em vários países, casos clínicos em que a hepatotoxicidade associada ao uso deste anti-inflamatório ocorreu de forma severa e até fatal. Ou seja, a Nimesulida parece estar afetando diretamente o fígado dos pacientes. O autor diz que os mecanismos envolvidos nessas reações relacionam alterações nos padrões funcionais das mitocôndrias. Isso, a saber, leva à morte das células do fígado, sendo considerado tóxico.

    Nos últimos anos, seis casos de insuficiência hepática extrema levaram pacientes ao transplante de fígado. Infelizmente, tudo indica que o uso de comprimidos do anti-inflamatório nimesulida seja uma das causas. Estes dados são da Unidade Nacional de Transplante de Fígado (NLTU), na Irlanda.

    Tags: , , ,