•  MACRODANTINA®

    nitrofurantoína

     Apresentação:

    Cápsula: Embalagem contendo 28 cápsulas.
    VIA DE ADMINISTRAÇÃO: ORAL
    USO ADULTO

     Composição:

    Cada cápsula contém:
    nitrofurantoína……………………………………………………………………………………………………………………. 100mg
    excipientes – q.s.p…………………………………………………………………………………………………………….. 1 cápsula
    (amido, talco e lactose monoidratada). Macrodantina®

     Informações ao Paciente:
    Para que este medicamento é indicado?

    MACRODANTINA® é um agente antibacteriano indicado no tratamento de infecções urinárias agudas e crônicas, tais como cistites, pielites, pielocistites e pielonefrites causadas por bactérias sensíveis à nitrofurantoína.

     Como este medicamento funciona?

    A nitrofurantoína inibe processos bacterianos vitais, tais como síntese de proteínas e da parede celular, o que resulta em morte das bactérias. O tempo médio estimado para início de ação é de algumas horas.

     Quando não devo usar este medicamento?

    Não utiliza MACRODANTINA® se você já teve qualquer alergia ou alguma reação incomum a qualquer um dos componentes da fórmula do produto. Você não deve utilizar MACRODANTINA® se apresentar anúria (ausência da formação de urina), oligúria (diminuição da frequência urinária) ou comprometimento renal importante, se estiver nas últimas semanas de gravidez (38-42 semanas), se já apresentou alergia à nitrofurantoína ou a qualquer componente da formulação ou se já apresentou problemas no fígado associados à nitrofurantoína. Este medicamento também não deve ser utilizado em crianças com menos de um mês de idade. Este medicamento é contraindicado para pacientes com insuficiência renal moderada.

     O Que devo saber antes de usar este medicamento?

    A nitrofurantoína é altamente solúvel na urina e lhe confere uma coloração amarelada. Não foram realizados estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas. Assim, como a segurança da nitrofurantoína na gravidez e lactação não foi estabelecida, o seu emprego nestas condições exige avaliação criteriosa dos riscos e benefícios.
    Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após seu término. Informe ao médico se está amamentando. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Uso em idosos: Devido à maior frequência de problemas renais, cardíacos e hepáticos em
    indivíduos idosos, MACRODANTINA® deve ser administrado com cautela nessa faixa etária e exames para avaliação da função renal devem ser realizados periodicamente. Eventos adversos pulmonares agudos e crônicos foram observados em pacientes tratados com a nitrofurantoína por mais de seis meses. Informe ao seu médico a ocorrência de falta de ar ou tosse durante o tratamento. Casos de anemia, acometimento dos nervos (neuropatia) e eventos adversos no fígado já foram relatados em pacientes fazendo uso de MACRODANTINA® . Informe ao seu médico a ocorrência de cansaço, dores nas pernas ou se sua pele se tornar amarelada durante o tratamento.
    Interações medicamentosas: Antiácidos contendo trissilicato de magnésio, quando administrados concomitantemente com a nitrofurantoína, reduzem sua absorção. A probenecida e a sulfimpirazona podem inibir a excreção renal de nitrofurantoína, o que pode resultar em aumento das concentrações sanguíneas e redução das concentrações urinárias de nitrofurantoína. A nitrofurantoína interage com magnésio trissilicato, probenecida, sulfimpirazona, ácido nalidíxico, norfloxacina, ácido oxolínico. Atenção especial para a possível diminuição de eficácia contraceptiva quando a nitrofurantoína for utilizada com os contraceptivos orais. Usuárias sob tratamento com Macrodantina®. – contraceptivos orais devem utilizar temporária e adicionalmente um método contraceptivo de barreira ou escolher um outro método contraceptivo. Interações com exames laboratoriais: a presença de nitrofurantoína na urina pode resultar em reação falso-positiva para a presença de glicose na urina. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

     

    Onde, como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

    Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz. Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original. MACRODANTINA® apresenta-se em cápsula dura de gelatina com corpo e tampa de cor mostarda
    contendo pó de cor amarela apresentando cristais e grânulos de coloração amarelo mais intenso. Livre de partículas estranhas. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

     Como devo usar este medicamento?

    A ingestão de MACRODANTINA® acompanhada de alimentação reduz a frequência de eventos adversos
    gastrintestinais. Tomar 1 cápsula de 100mg de 6 em 6 horas, durante 7 a 10 dias. Se for necessário usar o medicamento por longo prazo, uma redução da dose deverá ser considerada: 1 cápsula de 100mg na hora de se deitar. Observação: O tratamento deverá ser continuado, no mínimo, por mais três dias após a urina tornar-se
    estéril. Caso a infecção persista, será necessária a reavaliação do caso. Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Este medicamento não pode ser partido, aberto ou mastigado.

     O Que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

    Use o medicamento assim que se lembrar de que esqueceu uma dose. Se o horário estiver próximo ao que seria a dose seguinte, pule a dose perdida e siga o horário das outras doses normalmente. Não dobre a dose para compensar a dose omitida. Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

     Quais os males que este medicamento pode me causar?

    Junto com os efeitos necessários para seu tratamento, os medicamentos podem causar reações não desejadas. Apesar de nem todas estas reações adversas ocorrerem, informe ao seu médico caso alguma delas ocorra.
    Os eventos adversos da MACRODANTINA® são apresentados em ordem de frequência decrescente a seguir :
    Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos paciente s que utilizam este medicamento): dor de cabeça,
    náuseas, vômitos, diarreia, dor no estômago, perda do apetite e pneumonia. Reações incomuns (ocorrem entre 01,% e 1 dos pacientes que utilizam este medicamento): neuropatia (acometimento dos nervos), anemia, diminuição das contagens de glóbulos brancos e flatulência (excesso de gases). Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): elevação da pressão intracraniana, formigamentos, fibrose pulmonar, morte das células hepáticas, icterícia (pele e mucosas amareladas), alergia na pele, coceira, urticária, síndrome semelhante ao lúpus eritematoso, vermelhidão na pele, reação anafilática (reação alérgica muito grave), reações alérgicas, anemia, constipação, perda de cabelo, sonolência, tontura, febre com calafrio, fraqueza, depressão, inflamação do nervo óptico e psicoses. Outros eventos adversos já relatados com o uso da MACRODANTINA®: elevação das concentrações plasmáticas de enzimas hepáticas (ALT e AST), redução das concentrações de hemoglobina, elevação das concentrações plasmáticas de fósforo e aumento das contagens de eosinófilos.
    Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

     

    O Que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

    Incidentes ocasionais com superdose aguda de MACRODANTINA® não resultaram em sintomas específicos além de vômitos. Não há antídotos específicos, mas uma alta ingestão de líquidos deve ser mantida para promover a excreção urinária da droga. Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e
    leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

     DIZERES LEGAIS:

    Registro M.S. nº 1.7817.0787
    Farm. Responsável: Fernando Costa Oliveira – CRF-GO nº 5.220
    Nº do Lote, Data de Fabricação e Prazo de Validade: VIDE EMBALAGEM
    VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA. Registrado por: Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A.
    Avenida Ceci, nº 282, Módulo I – Tamboré – Barueri- SP – CEP 06460-120
    C.N.P.J.: 61.082.426/0002-07 – Indústria Brasileira
    Fabricado por: Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A.
    VPR 1 – Quadra 2-A – Módulo 4 – DAIA – Anápolis – GO – CEP 75132-020

     

    Tags: , , , , , , , , , , ,

  • sedavan-e-indicado-para-ajudar-a-eliminar-as-secreções-pulmonares-e-aliviar-a-irritação-na-garganta-em-adultos-e-crianças

     

     

     

     

     

     

     

     

    Sedavam

    Cloridrato de Ambroxol.

    Para que serve esse medicamento?

    Sedavam xarope, pediátrico ou adulto, é indicado para ajudar a eliminar as secreções pulmonares e aliviar a irritação na garganta, em adultos e crianças.

    Quando não devo usar esse medicamento?

    Sedavam xarope, pediátrico ou adulto, está contraindicado para pacientes com alergia ao Cloridrato de Ambroxol ou a algum dos componentes da fórmula. Além disso, Sedavam xarope adulto é contraindicado para crianças e Sedavam xarope pediátrico para crianças com menos de 2 anos de idade.

    Como usar esse medicamento?

    Sedavam xarope pediátrico: Crianças entre os 2 e os 5 anos de idade: geralmente, a dose recomendada é de 2,5 ml, administrados de 8 em 8 horas. Crianças com mais de 5 anos de idade: geralmente, a dose recomendada é de 5,0 ml, administrados de 8 em 8 horas. Sedavam xarope adulto: Adultos: geralmente, a dose recomendada é de 2,5 ml, administrados de 8 em 8 horas.

    Quais os males que esse medicamento pode me causar?

    Alguns dos efeitos colaterais de Sedavam xarope podem incluir náusea, vômito, diarreia ou dor no estômago, azia ou má digestão.

    Advertências e Precauções:

    O que devo saber antes de usar esse medicamento?

    Antes de usar Sedavam xarope, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando ou se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica. Sedavam é um xarope que não contem açúcar, e por isso pode ser usado por pacientes diabéticos. Durante o tratamento com Sedavam xarope, não devem ser ingeridas bebidas alcoólicas, pois estas podem interferir com a ação do medicamento.O tratamento com Sedavam xarope nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

    O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

    Em caso de toma excessiva de Sedavam xarope?, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

    Composição:

    Sedavan xarope pediátrico por cada 1 ml de xarope contém: Cloridrato de Ambroxol _________________________ 3,0 mg Excipientes ___________________________________ 1,0 ml  (Excipientes: hidroxietilcelulose, a?cido tarta?rico, sacarina so?dica, a?cido benzo?ico, hidróxido de so?dio, glicerina, sorbitol, etanol, essências: baunilha e framboesa, agua de ionizada). Sedavam xarope adulto por cada 1 ml de xarope contém: Cloridrato de Ambroxol __________________________ 6,0 mg. Excipientes ___________________________________ 1,0 ml. (Excipientes: hidroxietilcelulose, a?cido tarta?rico, sacarina so?dica, a?cido benzo?ico, hidro?xido de so?dio, glicerina, sorbitol, etanol, essências: baunilha e framboesa, agua deionizada).

    Onde como e por quanto tempo posso guardar esse medicamento?

    Sedavam xarope deve ser armazenado em sua embalagem original, em lugar seco e fresco e protegido da luz e umidade.

    Como funciona esse medicamento?

    Sedavam xarope tem na sua composição Cloridrato de ambroxol, um expectorante mucolítico que fluidifica as secreções, ajudando na sua expulsão. O efeito de Sedavan no organismo inicia-se logo nos primeiros dias de tratamento e promove a desobstrução dos brônquios e vias respiratórias. Além disso, alivia também a tosse.

    Interações Medicamentosas:

    Sedavam xarope não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como corticoides, remédios bronco espasmoliticos ou juntamente com antibióticos. Vid farma Indústria de Medicamentos Ltda. SAC: 0800 2811606. O genérico de Sedavan é o Cloridrato de Ambroxol e outros medicamentos para ajudar a eliminar secreções pulmonares podem ser Acetilcisteína, Bisolvon ou Fluimucil.

    Dizeres Legais:

    Sedavam xarope pediátrico: MS: 1.5620.0007.003-0 | Farm. Resp.: Severino Alves Dias Filho. Sedavam xarope adulto: MS: 1.5620.0007.001-4 | Farm. Resp.: Severino Alves Dias Filho.

    Tags: , , , , , ,

  • Laxante 06.12.2012 No Comments

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    TAMARINE®
    Cassia angustifolia Vahl + Associações

    Apresentação :

    Cápsulas
    Embalagem contendo 20 cápsulas.
    USO ORAL
    USO ADULTO E PEDIÁTRICO

    Composição :

    Cada cápsula contém:
    Cassia angustifolia Vahl. …………………………………………………………………… 240,00 mg
    (equivalente à 6 mg de senosídeos)
    Tamarindus indica L. ……………………………………………………………………… 11,70 mg
    (equivalente à 0,0585 mg de ácido tartárico)
    Cassia fistula L. ………………………………………………………………………. 11,70 mg
    (equivalente à 0,0065 mg de ácido transcinâmico)
    Coriandrum sativum L. ………………………………………………………………………. 5,40 mg
    (equivalente à 0,0008 mg de ácido clorogênico)
    Excipiente q.s.p. ………………………………………………………………………………… 270,00 mg
    (estearato de magnésio)
    Extrato Seco de Cassia angustifolia Vahl

    Nomenclatura Botânica Oficial:

    Cassia angustifolia Vahl

    Família:

    Fabaceae

    Nomenclatura Popular:

    Sena

    Parte da planta utilizada:

    Folhas
    Extrato Seco de Tamarindus indica L.

    Nomenclatura Botânica Oficial:

    Tamarindus indica L.

    Família:

    Fabaceae, Caesalpiniaceae

    Nomenclatura Popular:

    Tamarindo

    Parte da planta utilizada:

    Fruto
    Extrato Seco de Cassia fistula L.

    Família:

    Fabaceae, Caesalpinioideae

    Nomenclatura Popular:

    Canafístula

    Parte da planta utilizada:

    Fruto
    Extrato Seco de Coriandrum sativum L.

    Família:

    Apiaceae

    Nomenclatura Popular:

    Coentro

    Parte da planta utilizada:

    Fruto

    Informações ao Paciente :

    Para que este medicamento é indicado ?

    As indicações de TAMARINE® são amplas: é indicado para o tratamento de intestino preso, tanto crônico como secundário e na preparação para os exames radiológicos e endoscópicos. Indicações terapêuticas complementares: constipação decorrente de viagens prolongadas,
    período menstrual, gestação, dietas pós-operatórias e acidentes vasculares cerebrais.

    Como este medicamento funciona ?

    TAMARINE® é uma associação de diferentes plantas medicinais com efeito laxativo que provoca uma ativação fisiológica das secreções das mucosas do trato digestivo, guardando todas as características da função intestinal normal sem nenhum sinal de irritação.

    Quando não devo usar este medicamento ?

    TAMARINE® é contra-indicado nas reticolites (inflamação aguda do intestino) e doença de Crohn (doença crônica inflamatória intestinal). Também é contra-indicado em síndromes dolorosas abdominais de causa desconhecida.
    Você não deve utilizar este medicamento se apresentar hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.
    “Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob prescrição médica ou do cirurgião-dentista.”

    O que devo saber antes de usar este medicamento ?

    O uso de TAMARINE® em crianças só deve ser feito quando houver indicação médica. Como ocorre com todos os laxativos, o seu uso freqüente e/ou prolongado pode levar à dependência desta medicação e a perda da função intestinal normal, assim como a diarréia com a perda de água e
    eletrólitos (sódio, potássio, etc), especialmente potássio. Recomenda-se usar esses medicamentos apenas ocasionalmente, preferencialmente não mais do que durante alguns dias ou 1 semana, salvo prescrição médica diferente. Pacientes idosos devem iniciar o tratamento utilizando metade da dose recomendada para adultos. “Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob prescrição médica ou do cirurgião-dentista.”

    Interação medicamentosa:

    Usar o produto com cautela em pacientes em uso de antiarrítmicos tipo quinidina, amiodarona, vincamina, digitálicos, anfotericina B e diuréticos hipocalemiantes (furosemida e hidroclortiazida). Não há relatos de interações com alimentos.

    Onde e por quanto tempo devo guardar este medicamento ?

    TAMARINE® cápsulas deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30º C) em local seco e ao abrigo da luz.
    “Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.”
    “Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.”

    Tamarine capsulas :

    Apresenta-se na forma de cápsula gelatinosa nº 1 de cor verde (tampa) e branca (corpo) contendo pó fina de cor verde acastanhado de forte odor característico.
    “Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.”
    “Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.”

    Como devo usar este medicamento ?

    Uso Oral

    Adultos:

    1 a 2 cápsulas ao dia após a última refeição ou a critério médico.

    Crianças menores de 12 anos:

    A exclusivo critério médico.
    Nota: a individualidade da dose é aconselhável, podendo a mesma ser aumentada nos casos de obstipação rebelde.
    “Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião – dentista.” O uso de laxantes estimulantes deve ser feito com cautela, por isso, recomenda-se a utilização deste medicamento até que haja o alívio dos sintomas da constipação intestinal. No uso contínuo deste produto, recomenda-se não exceder o período de 7 dias sempre respeitando a dosagem recomendada. Períodos maiores de uso deste medicamento somente através de orientação médica “Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado”.

    O que devo fazer quando esquecer de tomar este medicamento ?

    No caso de esquecimento de administração, reintroduzir a medicação para o alívio dos sintomas da constipação, não devendo, portanto, dobrar a dose porque esqueceu de tomar a dose anterior.
    “Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgiãodentista.”

    Quais os males que este medicamento pode me causar ?

    Por ser um laxante estimulante do intestino, alguns sintomas são muito comuns, tais como, cólicas e gases intestinais.
    Outros efeitos secundários podem ocorrer, desde que respeitada a dose recomendada, são eles: diarréia, dor no estômago, refluxo, vômitos e irritação. Procure um médico na ocorrência de sintomas raros, tais como, sangue nas fezes, cólicas severas,fraqueza e hemorragia retal.
    “Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.”

    O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicaento ?

    Se a ingestão do medicamento for alta, ou seja, bem maior do que a recomendada deve-se procurar socorro médico a fim de aliviar os efeitos causados pelo medicamento.
    “Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.” Ligue para 0800 722 6001,se você precisar de mais orientações.

    Dizeres Legais

    Reg. MS – 1.7287.0053
    Farm. Resp.: Carlos Takashi Maki – CRF-SP nº 5606
    HYPERMARCAS S/A.
    Av. Fernando Cerqueira César Coimbra, 1000 – Tamboré – Barueri – São Paulo
    CEP 06465-0908
    CNPJ nº 61.082.426/0002-07
    Indústria Brasileira
    Marca registrada
    Atendimento ao Consumidor: 080077 17017 (Ligação Gratuita)
    “Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação
    médica”.
    “Esta bula foi aprovada pela Anvisa”

    Tags: , , , , , , ,