•  

     

     

     

     

     

     Tralen®

    tioconazol

     Identificação do Medicamento  

    Nome comercial: Tralen®
    Nome genérico: tioconazol

     Apresentação:

    Tralen® creme dermatológico em embalagens contendo 1 bisnaga com 30 g.
    VIA DE ADMINISTRAÇÃO: USO TÓPICO
    USO ADULTO E PEDIÁTRICO

     Composição:

    Cada grama de Tralen® contém o equivalente a 10 mg de tioconazol.
    Excipientes: vaselina branca, álcool estearílico, álcool benzílico, ácido esteárico, propilenoglicol, cremophor A6,
    cremophor A-25 e água destilada.

     Informações ao Paciente: 

     Para que este medicamento é indicado? 

    Tralen® (tioconazol) é indicado para tratamento tópico (uso no local da lesão) de infecções da pele causadas por
    fungos (conhecidas como micoses) sensíveis ao medicamento, como os dermatófitos (fungos que atacam tecidos
    como unhas, pelos e a camada superficial da pele) e leveduras (outro tipo de fungo) e também nas condições em
    que algumas bactérias possam complicar a infecção por fungos. Tralen® é eficaz no tratamento de infecções como Tinea pedis (pé de atleta, micose dos pés), Tinea cruris (lesões por fungo na pele da virilha), Tinea corporis (lesões na pele causada por fungo em qualquer lugar do corpo) e Tinea versicolor (micoses de pele conhecida popularmente como “pano branco”, por gerar lesões brancas na pele afetada).

     Como este medicamento funciona? 

    O Tralen é um medicamento de uso tópico (no local da lesão), que age como fungicida (medicamento que mata
    os fungos), causando o alívio da infecção na pele já nos primeiros dias de tratamento. Também possui atividade
    contra várias bactérias, incluindo Staphylococcus e Streptococcus spp. (bactérias que frequentemente podem
    infectar a pele já afetada por uma micose).

     Quando não devo usar este medicamento?

    Não utilize Tralen® se você tem histórico de hipersensibilidade (reação alérgica) a agentes imidazólicos (grupo
    químico a que pertence o tioconazol, substância ativa de Tralen®) ou a qualquer componente da fórmula.

     O Que devo saber antes de usar este medicamento? 

    Não aplique Tralen® nos olhos, o produto não é indicado para uso oftálmico. A interação de Tralen® com outros medicamentos é desconhecida. Evite usar junto com outro medicamento de uso tópico. Utilize Tralen® apenas pela via de administração indicada, ou seja, somente uso tópico (no local da lesão) na pele. Uso durante a Gravidez:
    A absorção para o organismo após a aplicação na pele demonstrou ser insignificante. Não existe estudo adequado
    em mulheres grávidas. Tralen® deve ser utilizado durante a gravidez somente após o julgamento clínico do seu
    médico, se os potenciais benefícios justificarem os possíveis riscos ao feto. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Uso durante a Lactação: Não se tem conhecimento se o Tralen é encontrado no leite materno. Se você está amamentando ou pretende amamentar durante o tratamento, não é recomendado usar Tralen®, pois a segurança deste medicamento em mulheres que estão amamentando ainda não foi determinada. A amamentação deve ser temporariamente descontinuada enquanto o Tralen for administrado. Efeitos na Habilidade de Dirigir e Operar Máquinas: O efeito de Tralen® na habilidade de dirigir ou operar máquinas é desconhecido.

     Onde, como e por quanto tempo posso guardar este medicamento? 

    Tralen® deve ser conservado em temperatura ambiente abaixo de 25°C, protegido da luz e umidade. Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo. Todo  medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. Características do produto: creme branco homogêneo.

     Como devo usar este medicamento? 

    Tralen® deve ser aplicado suavemente 1 ou 2 vezes ao dia, pela manhã e/ou à noite, nas áreas afetadas da pele e
    regiões vizinhas. Em áreas de dobras de pele, onde duas superfícies se roçam ou encostam uma na outra (como
    por exemplo, sob a mama ou na axila), o creme deve ser aplicado em camadas finas e bem espalhado, a fim de
    evitar esfoliação (descamação) da pele. O tratamento por 7 dias geralmente é suficiente para a cura da maioria dos pacientes com Tinea versicolor, mas até 6 semanas de tratamento podem ser necessárias nos casos graves de Tinea pedis (o popular “pé de atleta”). Nas infecções causadas por fungos de pele em outros locais, candidíase e eritrasma (doença que atinge a pele nas regiões das axilas e virilha, com presença de manchas irregulares escamosas e coceira), a duração do tratamento em geral é da ordem de 2 a 4 semanas. O período de tratamento necessário para curar a infecção varia de paciente para paciente, dependendo do agente causador e do local da infecção. Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

     O Que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento? 

    Caso você esqueça de usar Tralen® no horário estabelecido, use-o assim que lembrar, para que o medicamento
    apresente o efeito desejado. Entretanto, se já estiver perto do horário de usar a próxima dose, pule a dose
    esquecida e use a próxima, continuando normalmente o esquema de doses. Neste caso, não use o medicamento
    em dobro para compensar doses esquecidas. O esquecimento de dose pode comprometer a eficácia do
    tratamento. Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

     Quais os males que este medicamento pode me causar? 

    Tralen® é bem tolerado após aplicações locais e não foram observadas reações adversas por todo corpo com
    aplicação dérmica, porém, alguns pacientes podem apresentar sintomas de irritação no local da aplicação, que em
    geral são observadas nas primeiras semanas de tratamento, sendo de natureza leve e passageira. Se você
    desenvolver reação de sensibilidade (alergia), interrompa o tratamento e entre em contato com um médico.
    As reações adversas que podem ocorrer com o uso de Tralen® são: edema (inchaço) e dor e prurido (coceira) no
    local da aplicação, reação alérgica, incluindo edema periférico (inchaço nas extremidades do corpo), edema
    periorbital (inchaço em volta dos olhos) e urticária (alergia da pele), parestesia (dormência e formigamento),
    erupção bolhosa (bolhas), dermatite (inflamação da pele que pode aparecer como lesões vermelhas ou
    descamação), dermatite de contato (reação alérgica da pele por contato), pele seca, problemas nas unhas
    incluindo descoloração, dor na unha e inflamação ao redor da unha, rash (erupção cutânea), esfoliação
    (descamação) e irritação da pele (avermelhamento). Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

     O Que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento? 

    Tralen® praticamente só tem ação local após aplicação tópica. Portanto, a superdose não é comum, uma vez que
    a absorção por todo corpo é desprezível. Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

     DIZERES LEGAIS

    MS – 1.2110.0356
    Farmacêutica Responsável: Edina S. M. Nakamura – CRF-SP n° 9258
    Registrado por:
    Wyeth Indústria Farmacêutica Ltda.
    Rua Alexandre Dumas, 1.860
    CEP 04717-904 – São Paulo – SP
    CNPJ nº 61.072.393/0001-33
    Fabricado e Embalado por: Laboratórios Pfizer Ltda.
    Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 1555
    CEP 07112-070 – Guarulhos – SP
    Indústria Brasileira.
    Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
    Esta bula foi aprovada pela Anvisa em 15/08/2017

    Tags: , , , , , , ,