• Colirio 19.03.2019 No Comments

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     Lacribell®

    dextrana+ hipromelose

     Apresentação:

    Embalagens contendo 01 frasco plástico conta-gotas de05 e15mLde solução oftálmica estéril.

    VIA OFTÁLMICA

    USO ADULTO E PEDIÁTRICO

     Composição:

    Cada mLda solução oftálmicacontém: dextrana ……………………………………………………………………………1mg hipromelose………………………………………………………………………. 3 mgveículo estéril q.s.p…………………………………………………………….. 1mL

    Excipientes: cloreto debenzalcônio, edetato dissódico di-hidratado, borato de sódio, cloreto de potássio, cloreto de sódio, ácido clorídrico e/ou hidróxido de sódio para ajuste do pH e água purificada.Cada mL (15 gotas) contém:1,0 mg de dextranae 3,0 mg de hipromelose, ou seja, 0,07 mg de dextranae 0,2 mg de hipromelose por gota.

     Informações ao Paciente:

     Para que este medicamento é indicado?

    Lacribell® é indicado para o alívio temporário da irritação e ardor devidos ao olho seco. Para o alívio temporário do desconforto devido a pequenas irritações do olho ou a exposição ao vento ou ao sol.

     Como este medicamento funciona?

    Lacribell®age lubrificando os olhos, aliviando temporariamente a irritação e ardor nos olhos.Com as propriedades de sua formulação, o produto proporciona ao paciente com olho seco, conforto e alívio imediato dos sintomas. Lacribell®contém duas substâncias umidificantes, dextrana e hipromelose, que refrescam e aliviam os olhos rapidamente e previnem irritações posteriores causadas por fumaça, pó, poluentes do ar, produtos químicos, raios solares, vento e calor excessivo.

     Quando não devo usar este medicamento?

    Lacribell® é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

     O Que devo saber antes de usar este medicamento?

    Este medicamento é exclusivamente para uso oftálmico. Se você apresentar dor de cabeça, dor nos olhos, alterações na visão, irritação dos olhos, vermelhidão persistente ou caso as condições piorem ou persistam por mais de 72 horas, descontinue o uso e consulte um médico.Remova as lentes de contato antes do uso. Se você sentir dor nos olhos, alterações na visão, vermelhidão ou irritação contínua do olho, que persistam por mais de 72 horas, interrompa o uso e consulte seu oftalmologista.Se houver alteração da cor da solução ou esta tornar-se turva, não use o produto.Populações especiais Gravidez; Não há dados adequados com relação ao uso de Lacribell® em mulheres grávidas. Todos os componentes são farmacologicamente inertes ou classificados como não-tóxicos e não-irritantes. Portanto, nenhum efeito adverso durante a gravidez é esperado. Lacribell® pode ser usado durante a gravidez. Fertilidade: Não há dados adequados com relação ao impacto de Lacribell® na fertilidade. As substâncias dextranae hipromelose são farmacologicamente inertes ou classificadas como não-tóxicas e não-irritantes, portanto nenhum efeito sobre a fertilidade é esperado.Lactação Não há dados adequados com relação ao uso de Lacribell®na lactação. Todos os componentes sãofarmacologicamente inertes ou classificados como não-tóxicos e não-irritantes. Portanto, nenhum efeito adverso durante a lactação é esperado. Lacribell®pode ser usado durante a amamentação. Idosos: Lacribell®pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções comuns ao produto.Efeitos sobre a capacidade de dirigir e operar máquinas Turvação transitória da visão ou outros distúrbios visuais podem afetar a capacidade de dirigir ou operar máquinas. Se a visão turvar após a instilação, o paciente deve esperar até que a visão normalize antes de dirigir ou operar máquinas. Interações medicamentosas: Embora não foram realizados estudos de interação, não são esperadas interações clinicamente relevantes.Informe seu médico a ocorrência de gravidez e ou amamentação na vigência do tratamento ou após seu término.Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

     Onde, como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

    Cuidados de ConservaçãoEste medicamento deve ser conservado em temperatura ambiente (15º e 30º C).O prazo da validade do produto mantido em sua embalagem original é de 24 meses a partir da data de fabricação impressa na embalagem.Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.Após aberto, válido por 60 dias Características físicas e organolépticasEste medicamento é uma solução estéril, límpida e incolor.Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

     Como devo usar este medicamento?

    Você deve usar este medicamento exclusivamente nos olhos.Modo de uso1. Antes de usar o medicamento, confira o nome no rótulo, para não haver enganos. Não utilize Lacribell® caso haja sinais de violação e/ou danificações do frasco.2. A solução já vem pronta para uso. Não encoste a ponta do frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer, para evitar a contaminação do frasco e do colírio.

    Não enxaguar o conta-gotas.

    3. Lavar as mãos.

    4. Inclinar a cabeça para trás.
    5. Puxar suavemente a pálpebra inferior para baixo.

    6. Segurando o frasco acima do olho, pingar uma ou duas gotas dentro da pálpebra inferior, enquanto estiver olhando para cima.

    7. Soltar a pálpebra inferior e tentar manter o olho aberto, sem piscar, por alguns segundos.

    8. O mesmo frasco não deve ser usado por mais de uma pessoa.

    9. Após o uso do medicamento, lavar as mãos e fechar bem o frasco. Posologia: Pingar 1 ou 2 gotas nos olhos afetados, sempre que necessário ou conforme orientação do seu médico. Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

     O Que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

    Se esquecer uma dose, aplique o medicamento o quanto antes. No entanto, se estiver perto do horário da próxima dose, ignore a dose esquecida e volte ao esquema regular.Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião dentista.

     Quais os males que este medicamento pode me causar?

    Reações adversas: As seguintes reações adversas foram reportadas em estudos clínicos com dextrana0,1% e hipromelose 0,3% Solução Oftálmica Estéril e são classificadas de acordo com a seguinte convenção: muito comum (? 1/10), comum (? 1/100 a < 1/10), incomum (? 1/1.000 a < 1/100), rara (? 1/10.000 a < 1/1.000), ou muito rara (< 1/10.000). Dentro de cada grupo de frequência, as reações adversas são apresentadas por ordem decrescente de gravidade.

     O Que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

    Devido às características da formulação deste produto, nenhum efeito tóxico é esperado com uma superdose ocular, nem em caso de ingestão acidental do conteúdo de um frasco. Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

    Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

     DIZERES LEGAIS

    MS nº –1.0298.0484Farm. Resp.: Dr. José Carlos Módolo -CRF-SP Nº 10.446SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente): 0800-7011918

    Registrado por: CRISTÁLIA Prod. Quím. Farm. Ltda.Rod.

    Itapira-Lindóia, km 14 -Itapira -SPCNPJ nº 44.734.671/0001-51

    Indústria Brasileira

    Fabricado por: CRISTÁLIA Prod. Quím. Farm. Ltda.R. Dr. Tomás Sepe, 489 -Cotia -SP
    CNPJ 44.734.671/0023-67

    Indústria Brasileira

    Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientaçãomédica.

    Tags: , , , , , , , , ,

  • oflox-indicado-para-o-tratamento-de-doenças-infeciosas-dos-olhos-causadas-por-bacterias

    Oflox®

    ofloxacino 0,3%

    Forma Farmacêutica,via de administração e apresentação:

    Solução Oftálmica Estéril
    Via de administração tópica ocular
    Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de solução oftálmica estéril.
    Uso Adulto

    Composição:

    Solução Oftálmica
    Cada ml (24 gotas) contém: 3,0 mg de ofloxacino.Veículo: cloreto de sódio, cloreto de benzalcônio,ácido clorídrico/ hidróxido de sódio e água
    purificada q.s.p.

    Informações ao Paciente:

    Ação do Medicamento:

    Oflox® é uma solução oftálmica que contém um antibiótico que age contra diversos tipos de bactérias causadoras de infecções nos olhos.

    Indicações do Medicamento:

    Oflox® é indicado para o tratamento de doenças infecciosas dos olhos causadas por bactérias sensíveis ao ofloxacino, como infecção das pálpebras, conjuntivite, úlcera de córnea, infecção pós-operatória e outras. O produto também é indicado para prevenção de infecção no pós-operatório.

    Riscos do Medicamento:

    Contra-indicações:

    Oflox® é contra-indicado para pacientes com alergia ao ofloxacino ou a qualquer um dos componentes da fórmula. É contra-indicado também pa
    ra pacientes que apresentam alergia a outros antibióticos do grupo das quinolonas. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.

    Advertências/Precauções:

    Oflox®, solução oftálmica, não deve ser usado por tempo prolongado. Seu uso é exclusivamente tópico ocular.Usuários de lentes de contato As lentes de contato devem ser retiradas antes da instilação de Oflox® porque o conservante presente neste colírio pode ser absorvido por lentes de contato gelatinosas. Tire as lentes antes de aplicar Oflox® e aguarde pelo menos 15 minutos para recolocá-las.Interferência na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas.A aplicação do colírio, em geral, não causa alterações da visão. Caso ocorra leve borramento de visão logo após a aplicação, recomenda-se aguardar até que a visão retorne ao normal antes de dirigir veículos ou operar máquinas.

    Pacientes Idosos:

    Não foram observadas diferenças de eficácia e segurança entre pacientes idosos e de outras faixas etárias, de modo que não há recomendações especiais quanto ao uso em idosos.Uso em crianças A segurança e eficácia de Oflox® não foram estabelecidas em crianças.Este medicamento é contra-indicado na faixa etária infantil.Mulheres grávidas ou que estejam amamentando Não foram realizados estudos sobre o uso de Oflox® em pacientes grávidas ou que estejam amamentando. Não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação, exceto sob orientação médica.Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se ocorrer gravidez ou se iniciar a amamentação durante o uso deste medicamento.

    Interações Medicamentosas:

    Não são conhecidas interações entre Oflox® e outros medicamentos.Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis.Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

    Modo de Uso:

    Oflox® é uma solução límpida com coloração pálida para levemente verde-amarelada.Praticamente livre de material particulado.
    • Você deve usar este medicamento exclusivamente nos olhos.
    • A solução já vem pronta para uso. Não encoste a ponta do frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer, para evitar a contami
    nação do frasco e do colírio.
    • Antes de utilizar o medicamento, confira o nome no rótulo, para não haver enganos. Não utilize Oflox® caso haja sinais de violação e/ou danificações do frasco.
    • Você deve aplicar o número de gotas da dose recomendada pelo seu médico em um ou ambos os olhos. A dose usual é de 1 a 2 gotas aplicadas no(s) olho(s) afetado(s), quatro vezes ao dia, com intervalo de aproximadamente 6 horas entre as doses, pelo período de até dez dias. A dose pode ser aumentada ou diminuída, de acordo com a intensidade da infecção e a critério médico.
    • Instile a dose recomendada dentro do olho, no saco conjuntival, evitando tocar a ponta do frasco nos tecidos oculares.
    • Se você usa lentes de contato gelatinosas ou hidrofílicas, tire as lentes antes de aplicar Oflox® e aguarde pelo menos 15 minutos para recolocar as
    lentes após a aplicação do colírio.
    • Feche bem o frasco depois de usar.
    Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.Não interrompa o tratamento sem o  conhecimento do seu médico.Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

    Reações Adversas:

    Raramente foram relatadas reações adversas com uso de Oflox®. Em menos de 1% dos casos foi relatado o aparecimento de alteração de pele do tipo eczema de intensidade leve, na face.As reações mais frequentes são: ardor ocular ou desconforto ocular transitórios. Outras reações que podem ocorrer são: sensação em pontada nos olhos, vermelhidão nos olhos, coceira nos olhos,borramento da visão, sensação de presença de corpo estranho nos olhos, edema dos olhos, das pálpebras ou face, intolerância à luz, secura dos olhos, entre outras.

    Conduta em caso de superdosagem:

    Em geral, superdosagens não provocam problemas agudos. Se uma dose excessiva for colocada acidentalmente no olho, este deverá ser lavado abundantemente com água ou soro fisiológico. Se,acidentalmente, for ingerido, beba bastante líquido para diluir ou procure orientação médica.

    Cuidados de conservação e uso:

    Oflox® deve ser armazenado à temperatura ambiente (entre 15 ?C e 30 ?C) e ao abrigo da luz.O prazo de validade é de 24 meses após a data de fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com prazo de validade vencido.

    Informação Técnica aos Profissionais de Saúde

    Caracteristicas Farmacológicas:

    Farmacodinâmica:

    O ofloxacino, potente fluoroquinolona de terceira geração, é um agente bactericida cujo mecanismo de ação pode ser explicado pela inibição da DNA-girase, principalmente em bactérias Gram-negativas e pela inibição da Topisomerase IV e m Gram-positivas. Estas são enzimas bacterianas essenciais na duplicação, transcrição e reparação do DNA. Com o ofloxacino observa-se lise bacteriana, quando se usam as  concentrações iguais ou um pouco superiores às concentrações inibitórias mínimas (MIC). Os estudos disponíveis mostram que o ofloxacino tem amplo espectro de ação contra a maioria dos seguintes microorganismos:
    – Aeróbicos Gram-positivos mais comuns [Staphylococcus aureus,Staphylococcus epidermidis e Streptococcus pneumoniae]
    – Aeróbicos Gram-negativos:[Enterobacter cloacae, Haemophilus influenzae, Proteus mirabilis,P.aeruginosa e Serratia marcescens]
    – E espécies Anaeróbicas [Propionibacterum acnes]
    A segurança e eficácia de Oflox® no tratamento de infecções causadas pelos seguintes microorganismos não foi estabelecida em estudos clínicos controlados, mas foi demonstrado que Oflox® é ativo in vitro contra a maior parte das cepas desses microorganismos, embora o significado clínico para infecções oftalmológicas seja desconhecido:
    – Aeróbicos Gram-positivos:
    Enterococcus faecalis, Listeria monocytogenes, Staphylococcus capitis, Staphylococcus hominus, Staphylococcus simulans, Streptococcus pyogenes];
    – Aeróbicos Gram-negativos:
    Acinetobacter calcoaceticus var. anitratus, Acinetobactervcalcoaceticus var. /wolfii, Citrobacter diversus, Citrobacter freundii, Enterobacter aerogenes,Enterobacter agglomerans, Escherichia coli, Haemophilus parainfluenzae, Klebsiella oxytoca,Klebsiella pneumoniae, Moraxella (Branhamella) catarrhalis, Moraxella lacunata, Morganella morganii, neisseria gonorrhoeae, Pseudomonas acidovorans, Pseudomonas fluorescens, Shigella sonnei.-Outros: Chlamydia trachomatis.
    Em coelhos com úlcera da córnea infectada por Pseudomonas aeruginosa o ofloxacino exerce ação preventiva e terapêutica.

    Farmacocinética:

    Os estudos em animais mostraram que a aplicação de Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica na quantidade de mais ou menos 40 ng em olho normal de coelho era seguida de absorção com nível máximo de 9,27 ?g/g na conjuntiva bulbar e 1,61 ?g/g na esclerótica após 5 minutos, caindo
    depois gradualmente. O nível máximo no humor aquoso e na córnea foi de 0,69 ?g/ml e 4,87 ?g/g,respectivamente, detectado após 1 hora, seguindo-se rapidamente uma diminuição. Também nos estudos em animais, não se observaram sinais de irritação ocular ou lesão após aplicação tópica de Oflox®(ofloxacino) solução oftálmica. Em 30 voluntárias sadias, foram medidas as concentrações do ofloxacino na urina e lágrimas, em vários momentos durante um curso de tratamento de dez dias com Oflox®, solução oftálmica. A concentração plasmática média do ofloxacino variou de 0,4 ng/ml a 1,9 ng/ml. A concentração máxima do ofloxacino aumentou de 1,1 ng/ml no primeiro dia para 1,9 ng/ml no 11º dia após administração uma vez ao dia durante 10½ dias. A C max plasmática do ofloxacino após dez dias de administração tópica oftálmica foi mais de 1000 vezes mais baixa do que aquelas relatadas após administração oral padrão de ofloxacino. As concentrações de ofloxacino na lágrima variaram de 5,7 a 31 mcg/g durante o período de 40 minutos após a última dose no 11º dia. A concentração média na lágrima medida 4 horas após a administração tópica oftálmica foi de 9,2 mcg/g. Foram observadas concentrações no tecido da córnea de 4,4 mcg/ml 4 horas após o início da aplicação tópica ocular de duas gotas de Oflox® (ofloxacino) a cada 30 minutos. O ofloxacino foi excretado na urina principalmente sob a forma inalterada.

    Resultados de Eficácia:

    Em um estudo clínico randomizado, duplo-mascarado,multicêntrico, Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica foi superior ao seu veículo após 2 dias de tratamento em pacientes com conjuntivite e culturas conjuntivais positivas. Os resultados clínicos do estudo demonstraram um índice de melhora clínica de 86% (54/63) para o grupo tratado com Oflox® versus 72% (48/67) para o grupo tratado com placebo após 2 dias de tratamento. Os resultados microbiológicos nesse estudo demonstraram um índice de erradicação para os microorganismos causais de 65% (41/63) para o grupo tratado com ofloxacino versus 25% (17/67) para o grupo tratado com o veículo após 2 dias de tratamento. Entretanto, é importante notar que a erradicação bacteriana nem sempre se correlaciona com os resultados clínicos em estudos com antiinfecciosos.Em outro estudo clínico randomizado, duplo-mascarado, multicêntrico, de 140 indivíduos com culturas positivas portadores de úlceras de córnea,os indivíduos tratados com Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica apresentaram um índice global de sucesso clínico (reepitelização completa e ausência de progressão do infiltrado por duas consultas consecutivas) de 82% (61/74) comparado com 80% (53/66) para o grupo tratado com antibióticos associados, consistindo de soluções de tobramicina 1,5% e cefazolina 10%. O tempo médio para atingir o sucesso clínico foi de 11 dias
    para o grupo tratado com ofloxacino e 10 dias para o grupo de comparação.

    Indicações:

    Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica é indicado nos processos de blefarite, dacriocistite,conjuntivite, meibomite, ceratite, úlcera de córnea, infecção pós-operatória e profilaxia de infecção no pós-operatório, cujo agente etiológico seja um microorganismo sensível ao ofloxacino.

    Contra-indicações:

    Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica é contra-indicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao ofloxacino, a outras quinolon
    as, ou a qualquer dos componentes da fórmula do produto.

    Modo de usar e cuidados de conservação depois de aberto:

    Manuseio e aplicação: a solução já vem pronta para uso. Para evitar contaminação, não encostar a ponta do frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer. Instilar a dose recomendada, no saco conjuntival, evitando tocar a ponta do frasco nos tecidos oculares. Seguir as orientações médicas, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.Fechar bem o frasco depois de usar.Este medicamento, depois de aberto, somente poderá ser consumido em 28 dias.

    Via de administração:

    Tópica oftálmica.

    Armazenamento:

    o produto deve ser armazenado à temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC) e ao abrigo da luz.

    Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

    Posologia:

    Dose usual:1 a 2 gotas, no(s) olho(s) afetado(s), cada 2 a 4 horas, nos primeiros dois dias de tratamento.A seguir: 1 a 2 gotas, quatro vezes ao dia, pelo período de até dez dias. A dose pode ser aumentada ou diminuída, de acordo com a intensidade do caso e a critério médico.

    Advertências:

    Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica não deve ser usado por tempo prolongado. Seu uso é exclusivamente tópico.
    Gravidez e Lactação
    Categoria de risco na gravidez: C (FDA – USA)Os estudos em animais revelaram risco, mas não existem estudos disponíveis realizados em mulheres grávidas. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.Não se sabe se o ofloxacino é excretado pelo leite humano após administração tópica oftálmica.Por causa da possibilidade de aparecerem eventos adversos graves do ofloxacino em lactentes, o médico deve decidir sobre a interrupção do aleitamento ou do tratamento com ofloxacino, levando em consideração a importância do medicamento para a mãe.

    Uso em Idosos,Crianças e Outros Grupos de Riscos

    Pacientes Idosos:

    Não existem restrições de uso em pacientes idosos.A posologia é a mesma que a recomendada para as outras faixas etárias.

    Pacientes pediátricos:

    A segurança e eficácia em lactentes com idade inferior a um ano não foi estabelecida. Foi observado que as quinolonas, incluindo o ofloxacino, causam artropatia em animais imaturos após administração oral, mas a administração tópica oftálmica do ofloxacino a animais imaturos não causou qualquer artropatia. Não há evidências de que a administração oftálmica do ofloxacino apresenta qualquer efeito sobre as articulações que
    suportam o peso do corpo.

    Interações Medicamentosas:

    Não são conhecidas interações entre Oflox® (ofloxacino) e outros medicamentos.Não foram realizados estudos específicos de interações medicamentosas com Oflox®(ofloxacino)solução oftálmica. Entretanto, foi observado que a administração sistêmica de algumas quinolonas pode aumentar as concentrações plasmáticas da teofilina, interferir com o metabolismo da cafeína e aumentar os efeitos do anticoagulante oral warfarina e seus derivados, e tem sido associada com elevações transitórias da creatinina sérica em pacientes tratados concomitantemente com ciclosporina.

    Reações Adversas a Medicamentos:

    Raramente foram relatadas reações adversas com uso de Oflox® (ofloxacino) solução oftálmica.Em menos de 1% dos casos foi relatado o aparecimento de alteração de pele do tipo eczema de intensidade leve, na face.Após administração oftálmica, os eventos adversos relacionados com o tratamento, relatados mais freqüentemente foram ardor ocular ou desconforto ocular transitórios. Outros eventos adversos relatados com menor frequência incluíram: sensação de pontada nos olhos, vermelhidão, prurido,ceratite/conjuntivite química, edema conjuntival/periocular/facial, sensação da presença de corpo estranho, fotofobia, borramento de visão, lacrimejamento, secura ocular e dor ocular.

    Superdose:

    EEm geral, superdoses não provocam problemas agudos.Se acidentalmente, for ingerido, beba bastante líquido para diluir, ou procure orientação
    médica.

    Armazenagem:

    Cuidados de armazenamento: o produto deve ser armazenado à temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC) e ao abrigo da luz.Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com prazo de validade vencido. N°de lote, data de fabricação e prazo de validade: vide cartucho.

    VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

    MS – 1.0147.0027
    Farm. Resp..: Dra Flávia Regina Pegorer
    CRF-SP n°18.150
    Qualidade e Tradição a Serviço da Oftalmologia
    ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA.
    Av. Guarulhos, 3272 – CEP 07030-000
    Guarulhos – SP – CNPJ no43.426.626/0009-24
    Indústria Brasileira – ® Marca Registrada
    Serviço de Atendimento ao Consumidor:0800-14-4077 – Discagem Direta Gratuita TEXTO ADAPTADO À  RDC 140 DE 29/05/2003

    Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  • vodol-e-utilizado-para-tratamento-de-diversas-micoses-superficiais

     

    VODOL

    nitrato de miconazol
    Creme Dermatológico / Loção / Pó Tópico

    Formas Farmacêuticas e Apresentações:

    Creme dermatológico: bisnaga com 28 g.
    Loção: frasco contendo 30 ml.
    Pó tópico: frasco contendo 30 g.
    Uso Pediatrico e Adulto

    Composição:

    Creme Dermatológico:

    Cada g do creme contém:
    nitrato de miconazol ………………………………. 20 mg
    Excipientes: álcool cetílico, essência de lavanda,lanolina, miristato de isopropila,monoestearato de propilenoglicol, metilparabeno, estearato de sorbitana, propilenoglicol,propilparabeno, polissorbato e água purificada.

    Loção:

    Cada ml da loção contém:
    nitrato de miconazol ………………………………. 20 mg
    Veículo: macrogol, essência de lavanda, propilenoglicol.

    Pó Tópico:

    Cada g do pó contém:
    nitrato de miconazol ………………………………. 20 mg
    Excipiente: dióxido de silício coloidal, essência de lavanda, óxido de zinco, talco.

    Informações ao Paciente:

    Ação Esperada do Medicamento:

    Vodol é utilizado para tratamento de diversas micoses superficiais.

    Cuidados de Conservação:

    Conserve o produto na embalagem original, em temperatura ambiente (15 a 30ºC). O pó também deve ser protegido da umidade.

    Prazo de Validade:

    24 meses a partir da data de fabricação (vide cartucho). Não use medicamentos com o prazo de validade vencido.

    Gravidez e Lactação:

    Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando.

    Cuidados de Administração:

    A aplicação do produto deve ser feito após lavagem e secagem do local. Aplique a quantidade recomendada de VODOL diretamente sobre a região atingida. Ao aplicar VODOL, espalhe-o por uma região um pouco maior do que a afetada. Se a área atingida não for nas mãos, lave-as cuidadosamente após a aplicação. É recomendável a troca freqüente das roupas que ficam em contato com a área infectada, a fim de evitar a reinfecção. VODOL não mancha a pele e nem a roupa. Siga a orientação do seu médico,respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

    Reações Adversas:

    Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. VODOL é geralmente bem tolerado. Existem relatos isolados de irritação ou de sensação de queimação associados à utilização de miconazol. Em tais casos , geralmente é suficiente interromperalgumas aplicações. Ardor e vermelhidão no local da aplicação podem indicar uma sensibilidade exacerbada (alergia). Neste caso, você deve interromper o tratamento e consultar seu médico.

    TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

    Contra-indicações e Precauções:

    O produto não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula. VODOL não deve ser utilizado na região dos olhos.União Química Vodol.Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

    Caracteristicas:

    O miconazol tem atividade antifúngica contra dermatófitos, leveduras e outros fungos. O miconazol inibe a biossíntese do ergosterol no fungo e altera a composição de outros componentes lipídicos da membrana, ocasionando necrose da célula fúngica.Geralmente, o miconazol age rapidamente no prurido (coceira), sintoma que freqüentemente acompanha as infecções por dermatófitos e leveduras. Esta melhora sintomática pode ser observada antes que os primeiros sinais de cicatrização sejam percebidos. O miconazol age no odor desagradável provocado pelas micoses superficiais.O miconazol não produz níveis sangüíneos detectáveis quando aplicado de forma tópica.

    Indicações:

    No tratamento de Tinea pedis(pé de atleta),Tinea cruris, Tinea corporise onicomicoses causadas pelo Trychophyton, Epidermophytone Microsporum ; candidíase cutânea,Tinea versicolor e cromofitose.

    Contra-Indicações:

    Hipersensibilidade ao miconazol e aos componentes da fórmula.

    Precauções e Advertências:

    Gerais:

    Se ocorrer alguma reação sugerindo hipersensibilidade ou irritação, o tratamento deve ser interrompido.VODOL é destinado ao uso externo, devendo ser utilizado com cuidado nas regiões periorbitais, evitando seu contato com os olhos.Medidas de higiene devem ser adotadas para controlar fontes de infecção ou reinfecção.

    Gravidez e Amamentação:

    Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Não existem relatos de problemas específicos relacionados a mulheres grávidas ou lactantes. VODOL destina-se ao uso tópico e não é absorvido sistemicamente, pod
    endo ser utilizado durante a gravidez e a lactação.

    Pediatria:

    Não foram relatados, até o momento, problemas específicos do uso de nitrato de miconazol por crianças.

    Interações Medicamentosas:

    Não são conhecidas interações do nitrato de miconazol com outras substâncias, quando usados concomitantemente.

    Interferências em Exames Laboratoriais:

    Como o nitrato de miconazol é muito pouco absorvido, este não interfere em exames laboratoriais.

    Reações Adversas/Colaterais:

    VODOL é geralmente bem tolerado. Existem relatos isolados de irritação ou sensação de queimação associados com a utilização de miconazol.
    Como ocorre com todas as substâncias de uso cutâneo, pode ocorrer uma reação alérgica ao miconazol ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

    Posologia:

    A aplicação do produto deve ser feita após lavagem e secagem do local. Aplique a quantidade recomendada diretamente sobre a região a tingida. Ao aplicar VODOL,espalhe-o por uma região um pouco maior do que a afetada. Se a área atingida não for nas mãos, lave-as cuidadosamente após a aplicação. É recomendável a troca freqüente das roupas que ficam em contato com a área infectada, a fim de evitar a reinfecção.VODOL não mancha a pele e nem a roupa.

    Creme:

    Em dermatofitoses e em infecções por Candida, aplicar quantidade suficiente do produto para cobrir a área afetada, duas vezes ao dia (pela manhã e à noite).

    Loção:

    Dependendo das lesões, 2 a 4 gotas da loção sobre a área atingida, 2 a 3 vezes ao dia.O tratamento deve ser ininterrupto e mantido até o completo desaparecimento das lesões,o que ocorre geralmente após 2 a 5 semanas, dependendo da sua extensão.Após o desaparecimento dos sinais e sintomas, o tratamento deve ser mantido por mais uma semana, a fim de evitar recidivas.

    Pó:

    Aplicar uma quantidade suficiente de VODOL para cobrir a área afetada, duas vezes ao dia. Geralmente duas semanas de tratamento são suficientes. Pacientes com infecções nos pés devem ser tratados por quatro semanas para prevenir recorrência. Rever o diagnóstico se não observar melhora.

    Superdosagem:

    O uso excessivo pode ocasionar irritação da pele, que desaparece com a descontinuação do tratamento. Em caso de ingestão acidental pode ser utilizado um método de esvaziamento gástrico, a critério médico.

    Pacientes Idosos:

    Não há relatos de problemas específicos relacionados à idade.

    SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR . NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

    N.º do lote, data da fabricação e data da validade:vide cartucho
    Registro MS – 1.0497.1155
    UNIÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA NACIONAL S/A
    Rua Coronel Luís Tenório de Brito n.º 90 – Embu-Guaçu – SP
    CEP 06900-000 SAC 0800 11 1559
    CNPJ 60.665.981/0001-18 – Indústria Brasileira
    Farm. Resp.: Ishii Massayuki – CRF-SP n.º 4863

    Creme dermatológico:

    UNIÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA NACIONAL S/A
    Trecho 01 Conj. 11 Lotes 06 a 12 Pólo de Desenvolvimento JK. – Sta Maria – Brasília – DF
    CEP 72549-555
    CNPJ: 60.665.981/0007-03 – Indústria Brasileira
    Farm. Resp.: Luciana de Paula Macedo – CRF-DF nº 1352

    Loção:

    UNIÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA NACIONAL S/A
    Rua José Pedro de Souza, 105 – Pouso Alegre – MG
    CEP 37550-000
    CNPJ 60.665.981/0005-41 – Indústria Brasileira
    Farm. Resp.: Tiago César da Silva Andrade
    CRF-MG n.º 17931
    Pó Tópico – Produzido por:Eurofarma Laboratórios Ltda.
    Av. Vereador José Diniz, 3.465 – Campo Belo
    CEP 04603-003 – São Paulo – SP
    CNPJ 61.190.096/0001-92

    Tags: , , , , , , ,

  • Acnase Creme
    Enxofre 2%
    Peróxido de Benzoíla 5%
    Creme: apresentado em bisnagas com 25 g. Uso Tópico Uso Adulto

    Cada g de creme contém:

    Peróxido de Benzoíla …………………………………………………………………………………… 50 mg
    Enxofre ……………………………………………………………………………………………………… 20 mg
    Associação de álcoois graxos e emulsificantes não iônicos, oleato de decila, glicerina,
    metilparabeno, propilenoglicol e água purificada q.s.p. …………………………………….. 1 g

    Informações ao paciente:
    Ação  do Medicamento:

    Acnase creme atua no tratamento tópico da acne vulgar leve (cravos e espinhas). Seu mecanismo de ação se deve ao poder bactericida redutor da oleosidade da pele conferido pelo peróxido de benzoíla e ao poder antisséptico e queratolítico conferido pelo enxofre. A melhora significativa na redução dos cravos e espinhas costuma ser observada a partir da 4º semana de uso de ACNASE CREME, mas o tratamento da acne geralmente leva de 12 a 20 semanas.

    Indicação do Medicamento :

    Acnase creme é indicado para o tratamento tópico da acne vulgar leve (cravos e espinhas).

    Riscos do Medicamento :

    Acnase creme é contra indicado para pessoas hipersensíveis ao peróxido de benzoíla, enxofre e demais componentes da formulação e em crianças com menos de 12 anos de idade.

    “ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO DURANTE A GRAVIDEZ SEM
    ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA.”
    “INFORME SEU MÉDICO A OCORRÊNCIA DE GRAVIDEZ NA VIGÊNCIA DO
    TRATAMENTO OU APÓS O SEU TÉRMINO.”
    “INFORME AO MÉDICO SE ESTÁ AMAMENTANDO.”

    Precauções e Advertências :

    Acnase creme é um medicamento somente para uso externo; evite o contato com a mucosa da boca, olhos, pálpebras e outras mucosas,em feridas ou na pele irritada. Se eventualmente isto ocorrer, lave com água em abundância. Este produto pode manchar cabelos e tecidos coloridos, lave as mãos após a aplicação. Devido à possibilidade de hiperpigmentação e para que não haja uma irritação cumulativa, durante o tratamento evite a exposição ao sol da área onde o medicamento foi aplicado.

    Interações Medicamentosas :

    O uso concomitante de outras preparações para o tratamento da acne, especialmente abrasivos ou descamantes, pode levar a uma irritação cutânea cumulativa e,  por isso, deve ser feito com orientação médica.

    Modo de Usar :

    Aspecto físico: verifique se o medicamento que você comprou possui as seguintes características: creme levemente amarelado com odor característico.

    “ANTES DE USAR OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO.”

    Cuidados de Administração:

    É importante efetuar o teste de adaptação e, só após este período, seguir a posologia indicada.  Após os primeiros dias de aplicação, a pele começará a descamar como se tivesse sido queimada pelo sol, podendo ocorrer ardor, ressecamento e vermelhidão que, se moderados, são normais e desejáveis. ACNASE CREME deve ser aplicado com a ponta dos dedos espalhando cuidadosamente, sem esfregar.  Evite usar quantidades exageradas.

    Teste de Adaptação :

    Primeiro passo: durante 4 dias, antes da aplicação lave o rosto com água e sabonete neutro. Aplique ACNASE CREME na área afetada, deixe o produto em contato com a pele somente duas horas por dia. Remova em seguida com água e sabonete neutro.
    Havendo boa tolerância, seguir o segundo passo.
    Segundo passo:durante 4 dias, antes da aplicação lave o rosto com água e sabonete neutro. Aplique ACNASE CREME na área afetada, deixe o produto em contato com a pele somente quatro horas por dia. Remova em seguida com água e sabonete neutro.
    Não ocorrendo desconforto ou intolerância durante esses quatro dias, seguir o terceiro passo.
    Terceiro passo: durante 4 dias, antes da aplicação lave o rosto com água e sabonete neutro. Aplique ACNASE CREME na área afetada, na hora de deitar e deixe durante a noite. Remova em seguida com água e sabonete neutro. Após o término da fase de adaptação, utilize o produto normalmente conforme posologia.

    Posologia :

    Antes de cada aplicação, lave o local com água e sabonete neutro. Aplique ACNASE CREME duas vezes ao dia, de manhã e à noite, desde que a área tratada não seja exposta ao sol. Evite o sol intenso, mas se houver necessidade de exposição moderada ao sol, ACNASE CREME não deve ser usado durante o dia. Neste caso, após a limpeza da área em tratamento, deve-se aplicar um protetor solar com fator de proteção de, no mínimo, FPS 15, dando preferência aos produtos não comedogênicos.
    A melhora significativa na redução dos cravos e espinhas costuma ser observada a partir da 4º semana, mas o tratamento da acne geralmente leva de 12 a 20 semanas.

    Reações Adversas :

    Em pessoas hipersensíveis e sensíveis ao peróxido de benzoíla (cerca de 2%), pode haver reação do tipo alérgica ou irritativa da pele, incluindo vermelhidão, dor, queimação e coceira exagerada, inflamação, formação de bolhas e crostas e  inchaço no local, ressecamento e descamação. Interrompa o uso do medicamento. Compressas frias no local podem produzir alívio da irritação e o uso de substâncias emolientes ou corticosteróides podem ser indicados pelo médico.

    Conduta em Caso de Superdosagem :

    Em caso de superdosagem, suspenda o uso do produto por alguns dias e a pele voltará ao normal. Para aliviar os sintomas,realize compressas frias no local. Após o desaparecimento dos sinais e sintomas, se a reação for devido ao uso excessivo e não à alergenicidade, deve-se reduzir a freqüência de uso do produto.

    Cuidados de Conservação :

    O medicamento deve ser mantido bem fechado e armazenado à temperatura ambiente ( 15 a 30º C). Prazo de Validade: 24 meses. Vide bisnaga e cartucho. ATENÇÃO: não utilize o produto fora do prazo indicado, pois o efeito esperado poderá não ocorrer.

    “TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.”

    Informações técnicas aos profissionais de saúde

     

    Características farmacológicas:

    O peróxido de benzoíla é um agente oxidante e bactericida com atividade demonstrada contra Propionibacterium acnes, responsável pela geração das lesões inflamatórias. As moléculas de oxigênio dos radicais livres presentes no peróxido de benzoíla são altamente reativas com compostos orgânicos, podendo reagir com a parede da célula bacteriana, destruindo o microorganismo. Ao diminuir o número de Propionibacterium acnes, há redução dos ácidos graxos livres contidos dentro dos folículos, não afetando a produção de sebo, nem sua composição. Não há evidência de toxicidade sistêmica causada pelo peróxido de benzoíla em humanos, já que o peróxido de benzoíla absorvido pela pele é metabolizado pelo aminoácido cisteína para ácido benzóico e radical livre de O2 e excretado como benzoato na urina. O enxofre é um anti-séptico com ação antifúngico moderado e ceratolítico. O contato com o enxofre gera compostos mercuriais tópicos, podendo levar a geração de sulfeto de hidrogênio que apresenta odor desagradável. A associação dos dois fármacos otimiza a ação antiacne de Acnase Creme.

    Resultados de eficácia:

    Um estudo clínico duplo-cego, aleatorizado, placebo controlado,realizado para avaliar a eficácia e tolerabilidade cutânea de Acnase Creme aplicado duas vezes ao dia durante 12 semanas, envolveu 22 pacientes com idade entre 14 e 25 anos,portadores de acne vulgar inflamatória e não inflamatória leve a moderada,correspondentes aos graus I e II, demonstrou a segurança no tratamento com Acnase Creme, assim como sua eficácia na redução das lesões acneicas totais (comedões fechados, comedões abertos, pápulas e pústulas).
    Em estudo realizado na Clínica dermatológica do hospital Royal Victoria em Montreal,utilizando creme contendo peróxido de benzoíla e enxofre em 113 pacientes sendo 94 com lesões acneicas do tipo comedões, pápulas e pústulas, 91% dos casos apresentaram resultados bons ou excelentes. (referência: Canadá Méd. ass. J. de 02 de julho de 1966 vol. 95).
    Utilizando peróxido de benzoíla e enxofre na forma farmacêutica creme para o tratamento da acne vulgar leve, um estudo com 35 pacientes com idade entre 17 e 22 anos obteve resultados bons ou excelentes em 83% dos casos (referência: União Médica do Canadá.Tomo 97 – Janeiro/1968).

    Indicações:

    Acnase Creme é indicado para o tratamento tópico da acne vulgar leve (cravos e espinhas).

    Contra-indicações:

    Acnase Creme é contra indicado para pessoas hipersensíveis ao peróxido de benzoíla, enxofre e demais componentes da formulação, em crianças com menos de 12 anos de idade e em mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

    Modo de usar:

    É importante efetuar o teste de adaptação e, só após este período, seguir a posologia indicada. Acnase Creme deve ser aplicado com a ponta dos dedos espalhando cuidadosamente, sem esfregar. Evitar usar quantidades excessivas.

     

    Teste de Adaptação:

    Fase 1:

    Durante 4 dias, o paciente deve higienizar o local e aplicar Acnase Creme na área afetada deixando o produto em contato com a pele somente duas horas por dia. Remover em seguida com água e sabonete neutro. Havendo boa tolerância, o paciente deve prosseguir o teste.

    Fase 2 :

    Durante 4 dias, o paciente deve higienizar o local e aplicar Acnase Creme na área afetada deixando o produto em contato com a pele somente quatro horas por dia. Remover em seguida com água e sabonete neutro. Não ocorrendo desconforto ou intolerância durante esses quatro dias, o paciente deve prosseguir o teste.

    Fase 3:

    Durante 4 dias, o paciente deve higienizar o local e aplicar Acnase Creme na área afetada na hora de deitar e deixar durante a noite. Remover em seguida com água e sabonete neutro. Após o término da fase de adaptação utilizar o produto normalmente conforme posologia.

    Posologia:

    O paciente deve higienizar o local e aplicar Acnase Creme duas vezes ao dia, de manhã e à noite, desde que a área tratada não seja exposta ao sol. Deve-se evitar o sol intenso, mas se houver necessidade de exposição moderada ao sol, Acnase Creme não deve ser usado durante o dia. Neste caso, após a limpeza da área em tratamento,deve-se aplicar um protetor solar com fator de proteção de, no mínimo, FPS 15, dando preferência aos produtos não comedogênicos. A melhora significativa na redução dos cravos e espinhas costuma ser observada a partir da 4º semana, mas o tratamento da acne geralmente leva de 12 a 20 semanas.

    Cuidados de Conservação:

    O medicamento deve ser mantido bem fechado e armazenado à temperatura ambiente (15 a 30º C). Prazo de Validade: 24 meses. Vide bisnaga e cartucho.

    Advertências e Precauções:

    Acnase Creme é um medicamento somente para uso externo; deve-se evitar o contato com a mucosa da boca, olhos, pálpebras e outras mucosas, em feridas ou na pele irritada. Se eventualmente isto ocorrer, deve-se lavar com água em abundância. Este produto pode manchar cabelos e tecidos coloridos, deve-se lavar as mãos após a aplicação. Devido à possibilidade de hiperpigmentação e para que não haja uma irritação cumulativa, durante o tratamento deve-se evitar a exposição ao sol da área onde o medicamento foi aplicado.

    Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco:

    Não existem recomendações específicas para pacientes idosos. Acnase Creme não deve ser utilizado em crianças menores de 12 anos.

    Gravidez e lactação:

    O peróxido de benzoíla está classificado na categoria C de gravidez do FDA, não se sabe se o peróxido de benzoíla é excretado no leite materno. Embora o mesmo possa ser absorvido sistemicamente, não foram relatados problemas em seres humanos.

    Interações medicamentosas:

    O uso concomitante de outras preparações tópicas para o tratamento da acne, especialmente abrasivos ou descamantes, pode levar a uma irritação cutânea cumulativa.

    Reações adversas a medicamentos:

    Em pessoas hipersensíveis e sensíveis ao peróxido de benzoíla (cerca de 2%), pode haver reação do tipo alérgica ou irritativa da pele, incluindo vermelhidão, dor, queimação e coceira exagerada, inflamação, formação de bolhas e crostas ou inchaço no local, ressecamento e descamação. Deve-se interromper o uso do medicamento. Compressas frias no local podem produzir alívio da irritação e o uso de substâncias emolientes e / ou corticosteróides podem ser indicados.

    Superdosagem:

    Em caso de superdosagem, deve-se suspender o uso do produto por alguns dias e a pele voltará ao normal. Para aliviar os sintomas, deve-se realizar compressas frias no local. Após o desaparecimento dos sinais e sintomas, se a reação for devido ao uso excessivo e não à alergenicidade, deve-se reduzir a freqüência de uso do produto.

    “VENDA SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA”

    Reg.M.S.- 1.0174.0001.009-7
    Farm. Resp. Daniela Ziolkowski – CRF-SP nº 29 486
    ZURITA Laboratório Farmacêutico Ltda
    Rua Domingos Graziano, 104 – Araras – SP
    CEP: 13.600-718
    CNPJ nº 44.211.936/0001-37 – Indústria Brasileira
    Atendimento ao Consumidor 0800 -17-2119
    www.zurita.com.br

    Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  • Still®
    diclofenaco sódico 0,1%

    Formas Farmaceuticas e Apresentações :

     

    Solução oftálmica: frasco plástico conta-gotas contendo 5ml de solução oftálmica estéril.
    Pomada oftálmica: tubo contendo 3,5 g de pomada oftálmica estéril.

    Uso Adulto


     

     

    Solução Oftálmica :

    Cada ml contém: 1,0 mg de diclofenaco sódico.
    Veículo: ácido bórico; trometamina; óleo de castor polietoxilado; edetato dissódico; sulfito de sódio; digluconato de
    clorexidina e água purificada q.s.p.

    Pomada Oftálmica :

    Cada g contém: 1,0 mg de diclofenaco sódico.
    Veículo: óleo de castor polietoxilado; colesterina; lanolina; vaselina sólida; cera microcristalina; metilparabeno e
    propilparabeno como conservantes.

    Informações ao Paciente :

    • Ação esperada do medicamento: ação antiinflamatória.
    • Cuidados de armazenamento: o produto deve ser mantido a temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) e ao abrigo da luz. Para manter a esterilidade, evite o contato da ponta do frasco ou tubo com outras superfícies.
    • Prazo de validade: vide cartucho. Não use medicamento com prazo de validade vencido.Após a abertura do frasco ou do tubo, o produto deve ser utilizado no prazo máximo de 30 dias.
    Gravidez e lactação: informe ao médico a ocorrência de gravidez na vigência do trata-mento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando.
    • Cuidados de administração: aplique a dose recomendada no saco conjuntival, evitando tocar a ponta do frasco ou tubo nos tecidos oculares. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
    • Interrupção do tratamento: não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
    • Reações adversas: informe ao médico o aparecimento de reações desagradáveis. Ocasionalmente, pode ocorrer ardor temporário após a aplicação do produto.
    • Contra-indicações e precauções: O uso de Still® (diclofenaco sódico) não é indicado para crianças abaixo de 14 anos. Com exceção de casos de artrite juvenil crônica.
    Informe o médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.
    Recomenda-se evitar o uso de lentes de contato durante o tratamento com o produto.
    NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE

    Informações Técnica :

    O diclofenaco sódico é um agente antiinflamatório não esteróide, derivado do ácido fenilacético. Age através da
    inibição da síntese de prostaglandinas, importantes mediadores envolvidos nas reações inflamatórias de várias
    etiologias e no mecanismo de produção da dor.
    Estudos realizados com o diclofenaco sódico 0,1%, em aplicação tópica, mostraram sua eficiência no alívio dos
    processos inflamatórios do segmento anterior do olho e para prevenir a inflamação pós-operatória, quando
    aplicado antes de cirurgia ocular.

    Indicações :

    Reações inflamatórias do segmento anterior do globo ocular: conjuntivite crônica, ceratoconjuntivite, afecções póstraumáticas
    dolorosas da córnea e conjuntiva, no pré e pós-operatório de cirurgia ocular, úlceras marginais da córnea, ceratite fotoelétrica e episclerite.
    Adjuvante no tratamento da inflamação na ceratite do estroma corneano por herpes.

    Contra-indicações :

    Não é indicado para crianças abaixo de 14 anos. Com exceção de casos de artrite juvenil crônica e Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Pacientes com crises de asma, urticária ou rinite precipitadas por AAS ou outros agentes antiinflamatórios não esteróides.

    Precauções :

    Não foram realizados estudos sobre a utilização deste produto na gravidez, lactação ou em crianças. Deve ser administrado com cautela em pacientes com lesões gastrintestinais ativas ou história de lesões gastrintestinais recorrentes.
    Recomenda-se aos usuários de lentes de contato suspender o seu uso durante o tratamento com Still® (diclofenaco sódico).

    Advertências :

    • A segurança e eficácia do diclofenaco, independente da formulação farmacêutica, não foi ainda estabelecida em crianças. Assim sendo, com exceção de casos de artrite juvenil crônica, o uso do diclofenaco não é recomendado em crianças de idade inferior a 14 anos.

    Interações Medicamentosas :

    Para evitar possíveis interações medicamentosas entre Still® (diclofenaco sódico) e outros produtos de uso ocular,em caso de necessidade de aplicação de mais de um medicamento, recomenda-se observar um intervalo de 15 minutos entre a aplicação das diferentes preparações.

    Reações Adversas :

    Ocasionalmente, pode ocorrer sensação de ardor ou irritação transitória imediatamente após a aplicação.

    Posologia :

    A dose deve ser estabelecida a critério médico, de acordo com a gravidade da inflamação.
    Solução oftálmica: instilar 1 gota no saco conjuntival, 4 a 5 vezes por dia.
    Pomada oftálmica: aplicar pequena quantidade no saco conjuntival, 2 a 3 vezes por dia.
    Para maior comodidade, pode-se utilizar a forma de solução oftálmica durante o dia e pomada à noite, ao deitar-se.

    Superdosagem :

    Em geral, superdosagens não provocam problemas agudos. Se, acidentalmente, for ingerido, beber bastante líquido para diluir, ou procurar orientação médica.

    Pacientes Idosos:

    Não existem restrições de uso em pacientes idosos. A posologia é a mesma que a recomendada para as outras faixas etárias.
    Nº de lote, data de fabricação e prazo de validade: vide cartucho.

    VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

    MS – 1.0147.0090
    Farm. Resp.: Dra Flávia Regina Pegorer
    CRF-SP nº 18.150

    Tags: , , , , , , , , , , ,