• antocianosídeos 15.01.2013

    myrtillus-indicado-no-tratamento-de-retinopatias-arterosclerose-e-diabetes

    Myrtillus

    Vaccinium myrtillus

    Identificação do Medicamento:

    Nomenclatura botânica:

    Vaccinium myrtillus L.
    Família: Ericaceae

    Nome Popular:

    mirtilo

    Parte da planta utilizada:

    Fruto

    Apresentações:

    Comprimidos Revestidos de 160mg – caixa com 4, 8, 15, 30 e 60 comprimidos revestidos.
    Cada comprimido revestido contém:
    Extrato seco de Vaccinium myrtillus à 25% de antocianosídeos…………………………………………………………………160mg
    (equivalente à 40mg de antocianosídeos)
    Uso Adulto
    Uso Oral

    Composição:

    Cada comprimido revestido contém:
    Extrato seco de Vaccinium myrtillus à 25% de antocianosídeos…………………………………………………………………160mg
    (equivalente à 40mg de antocianosídeos)
    Excipientes: celulose + lactose, croscarmelose sódica, celulose microcristalina, estearato de magnésio, talco,polietilenoglicol, dióxido de titânio, copolímero ácido metacrílico, álcool isopropílico, corante lacca alumínio vermelho nº 6, corante lacca alumínio azul nº 2, dióxido de silício e água de osmose.

    Informações ao Paciente:

    Para que este medicamento é indicado?

    MIRALIS (Vaccinium myrtillus) está indicado no tratamento de retinopatias, fragilidade capilar, alterações na permeabilidade vascular secundária à hipertensão arterial, aterosclerose e diabetes.

    Como este medicamento funciona?

    Os antocianosídeos presentes no extrato seco de Vaccinium myrtillus são responsáveis pela ação antioxidante do medicamento que protege a retina da agressão dos radicais livres, melhorando a microcirculação da retina.

    Quando não devo usar este medicamento?

    MIRALIS (Vaccinium myrtillus) está contra-indicado para pacientes alérgicos a quaisquer constituintes da formulação. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Informe ao seu médico a ocorrência da gravidez durante o tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se estiver amamentando. O uso de MIRALIS (Vaccinium myrtillus) é recomendado a partir de 12 anos de idade. “Este medicamento é contra-indicado para uso por mulheres grávidas ou amamentando.” “Este medicamento é contra-indicado para menores de 12 anos.” “Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação medica ou do cirurgião
    dentista.”

    O que devo saber antes de usar este medicamento?

    O uso prolongado deste medicamento deve ser realizado somente sob supervisão médica. Pacientes com antecedentes de problemas gástricos devem usar com cautela devido à piora dos sintomas. Pacientes que estiverem fazendo uso de outros medicamentos, principalmente para o tratamento de hipertensão e insuficiência cardíaca, deve ter acompanhamento médico. Até o momento não há relatos de efeitos prejudiciais em pacientes idosos. O uso de MIRALIS (Vaccinium myrtillus) juntamente com outros medicamentos deve ser feito sob supervisão médica. O uso concomitante a substâncias que contenham taninos pode alterar o hábito intestinal. Não há relatos de alterações em exames laboratoriais.
    “Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação medica ou do cirurgião dentista.”
    “Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento”.
    “Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde”.

    Onde,como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

    Conservar o medicamento em sua embalagem original, protegendo da luz, calor e umidade, em temperatura ambiente entre 15 e 30°C. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o  prazo de validade indicado na embalagem. MIRALIS (Vaccinium myrtillus) encontra-se na forma de comprimidos revestidos de coloração roxa. “Numero de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.” “Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.” “Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança mo aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.” “Todo o medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.”

    Como devo usar este medicamento?

    Comprimidos revestidos 160mg: deve ser utilizado por via oral na dose de 1 a 3 comprimidos revestidos ao dia . A duração do tratamento deve ser determinada pelo médico. Os comprimidos revestidos devem ser ingeridos inteiros e sem mastigar com quantidade suficiente de água para que sejam deglutidos. Assim como todos os medicamentos, informe ao seu profissional de saúde todas as plantas medicinais e fitoterápicos que estiver tomando. Interações podem ocorrer entre medicamentos e plantas medicinais e mesmo entre duas plantas medicinais quando administrada ao mesmo tempo. “Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.” “Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.”

    O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

    Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste medicamento, retome a posologia prescrita sem a necessidade de suplementação.
    “Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou do seu médico, ou cirurgião-dentista.”

    Quais os males que esse medicamento pode causar?

    Os antocianosídeos são geralmente bem tolerados. Até o momento não foram relatados efeitos adversos ou tóxicos significativos relacionados ao uso de formulações à base de frutos de Vaccinium myrtillus. Em casos isolados,podemos observar desconforto gástrico e alterações do hábito intestinal. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. “Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.”

    O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

    A ingestão de doses muito elevadas de extrato seco de Vaccinium myrtillus podem causar diarréia, náuseas e vômitos. Em caso de ingestão acidental de altas doses, procurar orientação médica para que sejam realizados os procedimentos adequados. “Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.”

    Dizeres Legais

    Registro M.S: 1.1861.0097
    Responsável Técnico: Dra. Amanda Públio da Silva – CRF: 37.152
    Fabricado por:
    Ativus Farmacêutica Ltda.
    Rua: Fonte Mécia n° 2050 – CEP: 13270-000 – Caixa Postal 489 – Valinhos-SP
    CNPJ: 64.088.172/0001-41
    Indústria Brasileira
    SAC: 0800 771 20 10

    VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

    Posted by LucineumaSousa @ 23:16

    Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

  • Leave a Comment

    Please note: Comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.